PAUTA POSITIVA: A ORIGEM DOS SALÁRIOS QUE SERÃO PAGOS AOS INTEGRANTES DO ELO SOCIAL.


É de conhecimento de todos, que, no início, quando participávamos dos cursos de cidadania, com a finalidade de sermos eleitos para as diretorias do Elo Social e ficamos cientes de nossas obrigações no Projeto, fomos informados de que teríamos nossos direitos resguardados pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). No entanto, ainda há dúvidas de como seriamos pagos e de como seria regido os contratos de trabalho.


Com vista a isso nós do Elo Social, falaremos mais um pouco sobre essa temática importante.


Caros diretores (as) do Elo Social, convenhamos que nosso Presidente Dr. Jomateleno e a Diretora Sra. Cida Graciette, já em comunicado anterior no site https://www.elosocial.org.br, deram uma ampla explicação em texto e áudio para que todos nós entendêssemos como seríamos pagos e de que forma seriam regidos os contratos de trabalho.


O contrato será feito em duas etapas, a primeira é que passaremos por um treinamento básico durante (30) trinta dias, onde iremos reforçar nosso entendimento sobre o Projeto. Caros diretores (as) entendam uma coisa; nós devemos estar preparados para o treinamento, lá iremos reforçar o que já sabemos sobre o Projeto e sua finalidade para a sociedade brasileira, no contexto em que já estamos inseridos.


Cada um de nós tem uma formação específica, um direcionamento, mas todas têm algo em comum, que é o cuidar das pessoas. Por isso busquemos nos aperfeiçoar cada vez mais, nos adaptando a essa nova realidade.


A segunda etapa será depois de aprovados nos primeiros trinta dias, de contrato de experiência para o treinamento. Após aprovado no treinamento tomaremos posse e iremos para o campo de trabalho, onde seremos avaliados novamente, agora essa avaliação se dará tão somente a partir de nossas aptidões para a função e cargo exercido no Elo Social.


Agora que já entendemos como será realizada a contratação; vamos entender como é que o Elo Social têm dinheiro para pagar a todos. Como é de conhecimento de todos o valor dos prédios sociais totalmente mobiliados e aparelhados estão embutidos nos custos de aquisição das usinas do Sistema INER de resíduos Sólidos, projeto “Lixo Zero Social 10”, sendo assim, o Elo Social não terá que fazer nenhum investimento financeiro para iniciar suas atividades além do treinamento remunerado que irá dar a todos os funcionários um mês antes do início das tarefas.


Recentemente o Grupo INER fechou uma parceria com o SINDETAP – Sindicato Nacional dos Decoradores e Tapeceiros, que através de seus sindicalistas e da ACDB – Assessores Coligados do Brasil – foram contratados para realizar inúmeras tarefas, dentre as quais, a comercialização final das usinas. Foram realizados diversos cursos de cidadania e através do nosso presidente Dr. Jomateleno e da Diretora Sra. Cida Graciette, então formou-se diretorias que foram eleitas de forma democrática e empossadas.


Através de contratos firmados os Assessores Coligados do Brasil (ACDB), assessores empresariais, que tinham por obrigação a comercialização das usinas, tiveram seus contratos rescindidos por não cumprir as metas quais estavam definidas. Alguns não tinham tempo suficiente para a implementação total, outros deficiência técnica e ainda outros tiveram os valores de seus contratos reduzidos por não estarem aptos a participar da parte final do contrato que é a conclusão das vendas.


Com os cortes realizados e a participação menor desses Assessores nos lucros da Empresa; os recursos disponíveis que de forma correta deixarão de ser repassados aos sindicalistas do SINDETAP e Assessores Empresariais da ACDB, constituem hoje um montante de R$ 479.286.536,65 (quatrocentos e setenta e nove milhões, duzentos e oitenta e seis mil, quinhentos e trinta e seis reais e sessenta e cinco centavos).


Com todo esse valor já temos tranquilamente recursos suficientes para manter os salários e despesas no início de nossos trabalhos, temos também uma participação de 3% na compra de equipamentos nacionais e internacionais de empresas que não fazem parte do Consórcio Empresarial INER, desta forma acreditamos iniciar nosso trabalho com um Fundo de Caixa superior a R$ 1.000.000.000,00 de Reais (um bilhão de Reais), que será administrado pela Fundação Jomateleno com finalidades lucrativas como qualquer fundo existente, deixando claro a todos que uma fundação tem dentre seus diretores obrigatoriamente um membro do Ministério Público que atua como curador e fiscalizador constante de suas atividades.


Fonte: https://www.elosocial.org.br/post/origem-dos-salários-a-serem-pagos-pelo-elo-social


Redação: Antonino Reni Santos - Diretor Regional 25 – RJ (Capital)

Revisão e edição: Luciana Moura – Diretora Estadual Elo Social RJ


126 visualizações3 comentários

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"